Arquivo da categoria: Gerenciamento & Monitoramento

MySQL 5.7 – Mais segurança para seus usuários e senhas

O MySQL 5.7 chega ao estágio de RC (release candidate). Isto significa que já está na hora de voce começar a pensar em aposentar o bom, e, nada velho MySQL 5.6.

Mas, antes de fazer a migração é interessante dar uma passeada pela nova maneira do MySQL organizar suas senhas. Para quem já está acostumado com o MySQL desde as longíquas versões 3 e 4, deverá notar algumas boas mudanças.

Algumas coisas sempre me incomodaram na parte de usuários e privilégios. Por exemplo, e se eu quiser conceder acesso a um determinado usuário (digamos um desenvolvedor temporário) ao meu banco de dados, por, apenas 90 dias. Não lembro  nem o que eu acabei de almoçar, como, lembraria depois de 90 dias, de “dropar” o usuário? Há, mas poderíamos criar um script… Não! Chega de ficarmos criando lixo em todo canto de nossos servidores. O MySQL tem que resolver isso! E resolveu, agora existe essa possibilidade e algumas outras.

Vamos visitar algumas mudanças que foram implementadas na estrutura de gerenciamento de usuários.

Continue lendo MySQL 5.7 – Mais segurança para seus usuários e senhas

Força Bruta com Banco de Dados

HexorBase é um utilitário no máximo razoável, mas, que se não for de grande serventia, é pelo menos diversão garantida para muitos DBA’s e SysOP’s que gostam de dar aquela olhadinha no alheio. O próprio desenvolvedor se refere ao HexorBase como fuma ferramenta hacker (???), e, tantas outras como uma ferramenta de administração de bancos de dados de múltiplos fabricantes (???). A bem da verdade não é nem uma coisa, muito menos outra. Mas, o Hexorbase é um ferramenta que irá proporcionar: – Descoberta de banco de dados: Informa-se um rol (range) de IP’s, e, ele irá vasculhar dentro destes, se existe algum banco de dados “escutando”.  Quem nunca usou um PORT SCANNER na vida que me atire a primeira pedra. Pois é, até aqui um mero port scanner, contudo, dedicado a buscar por RDBMS. Consegui achar MySQL, Oracle, PostGreSQL, SQL Server. Continue lendo Força Bruta com Banco de Dados

Colunas Auto Increment sob controle no MySQL

Semana passada um colega passou por uma situação interessante: perdeu o controle de uma coluna auto incrementável de suma importância, que culminou com a interrupção de um serviço on-line importante. Ora, faz parte do papel do DBA manter os dados sob rédea curta, sob controle, mesmo que às vezes eles se comportem como um cavalo doido, e, tente se comportar à margem das Leis de Murphy, Moore, dentre tantas outras.

Fazer colunas maiores do que, realmente, elas precisam ser é um grande desperdício de recurso. Principalmente, no MySQL, onde temos uma grande variedade de tipos de dados (data types).

Colunas menores ocupam menos espaço em disco, em memória, e, acima de tudo geram menos I/O. Na verdade, a diminuição de I/O é a nossa maior e legitima preocupação, quando entra em pauta o assunto “data types”.

Todo mundo tem uma coluna “id” para chamar de  “sua“. Pelo menos, se, minimamente, utiliza-se alguma das formas normais. Sem teorizar muito: toda tabela deveria ter uma coluna que identifica-se (id) uma linha de forma indelével (é, não faz parte do meu tradicional repertório, é efeito do filme Amour). Em outras palavras, é uma coluna que garante singularidade máxima a uma linha, candidatíssima a chave primária, de valor único e inconfundível! Uma maneira de o MySQL prover uma chave destas, é através do uso de AUTO INCREMENT e PRIMARY KEY.

Continue lendo Colunas Auto Increment sob controle no MySQL