All posts by Alexandre Almeida

INSTALLING INNOTOP TO MONITOR INNODB

O innotop é uma script perl criado para extrair informações importantes acerca do funcionamento interno do storage engine innoDB. A partir da versão 5.4 passamos a contar com informações sobre transações ativas, travamentos (locks), situação do innoDB Buffer Pool, etc, através de tabelas acrescidas ao catálogo do MySQL, também conhecido e representado pelo banco de dados information_schema.

Ler estas tabelas pode ser uma tarefa ingrata e inócua para aqueles que não tem tanta experiência com MySQL. Pior ainda, seria tentar usar o show engine innoDB status. Confesso que nos primeiros anos de MySQL o resultado deste comando, para mim, parecia muito com o sinal alien escondido nas freqüências dos satélites durante a invasão terrestre do filme “Independence Day”. Algumas coisas me intrigaram neste filme: 1o) Por que nunca traduziram o nome do filme; b) Como o “homem mosca” (Jeff GoldBlum) conectou-se ao sistema dos invasores: bluetooh ou wi-fi?; c) Caras, pelo amor do J.Cristo, os invasores não tinham firewall e ainda queriam dominar a Terra? Aqui não jacaré 🙂

Já enrolei bastante voces, voltemos ao que interessa: instalação do innotop!

Vou assumir que iremos utilizar um Linux, por questão de paixão: CentOS. Quais as dependências, os pré-requisitos para instalação do innotop?

* PERL

– Execute o comando abaixo para saber se o Perl está instalado:

[shell]# perl -v
This is perl, v5.8.8 built for x86_64-linux-thread-multi
Copyright 1987-2006, Larry Wall
Perl may be copied only under the terms of either the Artistic License or theGNU General Public License, which may be found in the Perl 5 source kit.
Complete documentation for Perl, including FAQ lists, should be found onthis system using “man perl” or “perldoc perl”.  If you have access to theInternet, point your browser at http://www.perl.org/, the Perl Home Page.

No meu caso, tenho o Perl v5.8.8 instalado. Não importa a versão, caso receba mensagem parecida com a que eu recebi, voce está pronto para continuar.

– Execute o comando abaixo para instalar Perl, caso não tenha ele instalado:

yum install perlLoaded plugins: fastestmirrorLoading mirror speeds from cached hostfileSetting up Install ProcessPackage 4:perl-5.8.8-32.el5_5.2.x86_64 already installed and latest versionResolving Dependencies–> Running transaction check—> Package perl.i386 4:5.8.8-32.el5_5.2 set to be updated–> Finished Dependency Resolution
Dependencies Resolved
===========================================================
Package     Arch   Version              Repository   Size
===========================================================
Installing: perl        i38    4:5.8.8-32.el5_5.2   extras       12 M
Transaction Summary
===========================================================
Install       1 Package(s)Upgrade       0 Package(s)
Total download size: 12 MIs this ok [y/N]: y

Just confirm with yes and get down the wood in the installation. It’s never too much to remember that yum is an installation command inherent in Red Hat-based distributions, as in my case, CentOS. Other distributions may use: apt-get, aptitude, urpmi, pkg-get, etc.