Arquivo da categoria: Branches/Forks

Oracle irá descontinuar o MySQL

Vários blogs “especializados” no Brasil e no mundo estão noticiando que a Oracle está fechando o código fonte o MySQL, e, tirando funcionalidades que ajudam desenvolvedores externos (terceiros) a desenvolver o que chamamos de “plugins” e/ou “storage engines”.

Algumas coisas são fatos inexoráveis, e, como diria minha comadre Dani Volkswagen “contra fatos não há argumentos”. A Oracle é especializada em 3 coisas, e, nestas 3 coisas, a Oracle é imbatível:

1 – Ganhar Dinheiro: Microsoft e IBM tem muito que aprender com a Oracle. E digo mais, Bradesco, Itaú, Citibank, Santander, HSBC e grandes outros agentes financeiros nacionais e/ou globais tem muito que aprender com a Oracle. (quase) Tudo que a Oracle toca vira ouro, verdadeiras sucatas como a Sun Microsystem podem virar unidades de negócios, altamente, lucrativas. Cobra-se bem, todos querem pagar, e, entrega-se o razoável;

2 – Tecnologia: Duvido que alguma outra empresa conheça de tecnologia de A-Z como a Oracle. Estou na área desde 1981. Já vi muita coisa acontecer nesta indústria. E nada se compara à Oracle. Sou fã incondicional de Steve Jobs, como também sou de Larry Ellison. Ele é uma mistura de DBA com estrategista. A Oracle tem o melhor banco de dados que existe, os melhores servidores high end, entre outros “melhores”;

3 – Irritar as pessoas: Não existe empresa com maior capacidade de irritar pessoas do que a Oracle. A Oracle é tão boa nisto que irrita pessoas de TI e leigos, usuários de seus produtos/serviços e até quem não faz a menor idéia do que seja Oracle. Para se ter uma idéia, tive um aluno que me disse “Eu odeio a Oracle”, e, eu retruquei: “Mas, por quê?”, e veio a brilhante resposta: “Por que não gosto de nada que vem do Bill Gates! “. E eu… simplesmente, me calei, afinal, não dava para argumentar. De novo, a Oracle irrita todo mundo, como na música dos elefantinhos.

Continue lendo Oracle irá descontinuar o MySQL

MariaDB v5.1.41 – Release Candidate

Já encontra-se disponível a versão 5.1.41 do banco de dados MariaDB. Esta nova versão foi categorizada como RC (Release Candidate), portanto, a um passo de se tornar disponível para produção. O MariaDB já em sai de fábrica com algumas implementações importantes em relação ao MySQL 5.1 (que serviu de base para este trabalho derivativo):

  • Storage Engines adicionais: Maria, FederatedX, PBXT, xtraDB;
  • Melhor desempenho em queries complexas;
  • Slow log com maior detalhamento;

Vale a pena dar uma conferida na íntegra das melhorias. Se a política é manter-se, realmente, no mundo “open source”, com um banco de dados, realmente, robusto e confiável, MariaDB pode se uma excelente opção.