Na última sexta-feira, recebi uma ligação de um ex-aluno, que encontrava-se, em autêntico desespero fetal. Tentei acalmá-lo, já imaginando que o MySQL havia caído, não subia mais, e, a backup estava toda perdida. Para minha surpresa ele disse: “Mestre, minha USB está queimada, e, uso ela para fazer bkp via HDD USB”. Pensei eu: queimada? queimadas todas??

Depois de muita conversa, para entender o que é uma USB “queimada” no ponto de vista de meu precoce padwan, descobri que não havia motivo algum para alarde nem desespero. O SO apenas não montou o referido HDD externo.

Como isto já me aconteceu algumas vezes, nada mais justo que relatar o heróico feito de montar simples dispositivo! De certo que não tenho um HDD USB externo cá comigo, mas, para nossa explicação serve um fálico-drive :-0, também conhecido pela alcunha de pendrive, thumb drive, entre outros.

Para isso, usarei meu poderoso pendrive de 32 gigabolas!

Primeiro passo, e, o mais importante e dificil de todos: encaixe o referido pendrive / HDD USB na portinhola USB de seu servidor, desktop, laptop ou qualquer outra traquitana, desde que, rodando Linux.

Vencida esta etapa crucial (NOTA: não vai funcionar se você não inserir o pendrive no seu computador), vamos descobrir qual é o seu device, para isso, usaremos o comando dmesg:

#rootao> dmesg

device eth0 entered promiscuous mode
type=1700 audit(1344004603.093:3): dev=eth0 prom=256 old_prom=0 auid=4294967295 ses=4294967295
device eth0 left promiscuous mode
type=1700 audit(1344004603.096:4): dev=eth0 prom=0 old_prom=256 auid=4294967295 ses=4294967295
device ppp0 entered promiscuous mode
type=1700 audit(1344004615.317:5): dev=ppp0 prom=256 old_prom=0 auid=4294967295 ses=4294967295
device ppp0 left promiscuous mode
type=1700 audit(1344004628.948:6): dev=ppp0 prom=0 old_prom=256 auid=4294967295 ses=4294967295
usb 2-1.1: new high speed USB device using ehci_hcd and address 4
usb 2-1.1: configuration #1 chosen from 1 choice
Initializing USB Mass Storage driver…
scsi6 : SCSI emulation for USB Mass Storage devices
usb-storage: device found at 4
usb-storage: waiting for device to settle before scanning
usbcore: registered new driver usb-storage
USB Mass Storage support registered.
Vendor: SanDisk Model: Cruzer Edge Rev: 1.20
Type: Direct-Access ANSI SCSI revision: 05
SCSI device sdb: 62530624 512-byte hdwr sectors (32016 MB)
sdb: Write Protect is off
sdb: Mode Sense: 43 00 00 00
sdb: assuming drive cache: write through
SCSI device sdb: 62530624 512-byte hdwr sectors (32016 MB)
sdb: Write Protect is off
sdb: Mode Sense: 43 00 00 00
sdb: assuming drive cache: write through
sdb: sdb1
sd 6:0:0:0: Attached scsi removable disk sdb
sd 6:0:0:0: Attached scsi generic sg2 type 0
usb-storage: device scan complete

O dmesg, potencialmente, poderá  mostrar muito mais informação do que precisaremos. Procure na saída do dmesg, algo como USB, sdb, o nome do seu dispostivo, etc. No meu caso, veja em negrito o SanDisk (vendor) e o dispositivo atribuído sdb1. Precisaremos deste dispositivo para criarmos o ponto de montagem.

Agora, vamos criar um diretório dentro de mnt que receberá e será nosso ponto de montagem:

#rootao> mkdir /mnt/meu_usb

#rootao> mount /dev/sdb1 /mnt/meu_usb

Prontinho! Agora é só referir-se ao diretório /mnt/meu_usb para usar seu dispositivo.

Não se esqueça de desmotar o volume antes de retirá-lo, ou deixar de usá-lo, através:

#rootao> umount /dev/sdb1