Socorro! Meu MacBook vai explodir!

Dia destes abusei do meu MacBook Pro. Subi 4 instâncias do MySQL 5.1, MySQL-Proxy. Todos os MySQL em replicação circular com uma base de 15G (total de 60GB por causa das 4 instâncias). Cada MySQL tinha um evento, disparado a cada segundo. Evento este que executa 100 INSERT’s. Assim, somando-se os eventos de cada instância + replicação, criei um ambiente com 400 INSERT’s por segundo (média) em cada servidor, e, no “cluster” de 1600 IPS.

Adicionalmente, no próprio (exaurido e bravo) MacBook Pro rodava ainda o mysqlslap com a intenção de simular um tráfego de 800 acessos simultâneos e elevar o uso do MySQL para 10000 QPS.

No MySQL-Proxy não tomei o cuidado de fazer a separação de leituras/escritas. Não, o objetivo era só distribuir a carga entre os 4 MySQL em replicação circular.

Eis que de repente vem a minha cabeça a famosa frase da NASA: “We have a lift off”. A ventoinha do Mac disparo para mais de 7000 RPM (comprovados pelo iStat). Pensei comigo ou eu paro de sacanear o bichinho, ou vou ter que buscar meu Mac na lua, ou pior, vai derreter a P. toda em cima da minha mesa!

Decisão óbvia: Amarrei o Mac na mesa, e, por via das dúvidas coloquei uma bacia debaixo da mesa. Nota: Minha esposa não ia ficar nenhum um pouco feliz se ao derreter meu Mac fizesse a maior lambança.

Meu bravo Mac concluiu a missão. Consegui rodar o meu benchmark com o MySQL Proxy que serviu de base para um laboratório a ser rodado em um servidor mais parrudo e posteriormente, um artigo.

O problema é que após tudo isto terminado minha ventoinha estabilizou em 6800~6900 RPM e não baixava mais. Estranho!

Dá-lhe monitor de atividade. CPU a 8%. Ou seja, nada que justifica-se a ventoinha tentando apagar incêndio.

iStat: CPU – OK, Temperaturas – OK, E/S – OK. Ventoinhas: 6800~6900 RPM.

Vale reforçar para quem não é do mundo Mac que a ventoinha em funcionamento normal trabalha entre 1800~2400 RPM. Acima de 3000 RPM começa a ficar um barulhinho chato. Acima de 6000 RPM dá vontade de atirar o Mac pela janela.

Na tentativa de baixar a rotação da ventoinha fiz de tudo: desliguei todos os processos e programas… eis que… me lembrei de um sistema operacional em que “SE RESETANDO TUDO SE CONSERTA” (desculpem é muito mais forte que eu 🙂 ).

Resetei o Mac (sacrilégio!). E tchan! A ventoinha voltou mais puta da vida comigo. Acho que ela pensou “Me resetou né?! Então toma”. Sem nada rodando, recém resetado, e Dna. Ventoinha voltou pior que o Jason. Rodando a baiana. Louca. Desenchavida.

E eu, num ato de desespero e surto combinados: Apertei o botão de liga/desliga e segurei, aguardando o Jason (oops, meu Mac) morrer… a força… sem dó… desafiando toda a lógica e racionalidade.

Agora sim! Liguei meu Mac (se fosse windows nem ligaria de novo 😉 … oops, de novo!) e não acreditei. Jason tinha ido para sempre. Mas, sem seu lugar voltou Freddy e sua ventoinha assombrada.

Sem noção! Nem na base da porrada a ventoinha parou.

Resumo do problema: Ventoinha do MacBook/MacBook Pro dispara sem motivo aparente (ou após estresse) e não retoma seu estado normal

Solução: Desligar o equipamento, normalmente. Desconectá-lo do adaptador (carregador). Apertar e segurar o botão de liga/desliga por pouco mais de 5 segundos. A luz de estado (aquela na frente do Mac) irá piscar. Solte o botão, e ligue seu Mac novamente.

 

7 thoughts on “Socorro! Meu MacBook vai explodir!”

  1. Fala Alexandre, tudo bem?
    Muito hilário a história, mas ainda bem que chegou a um final feliz. rsrsrs
    Saudades da época de quando fazia DBA MySQL na HTI. Bons tempos!!
    Abraços e sucesso amigo!

    1. E como está meu amigo? É… infelizmente, no Brasil não podemos contar com os preços mais generosos do mercado, nem com o tradicional excelente atendimento da Apple nos EUA. Grande abraço!

  2. E ai Alexandre, como vai? eu fiz o curso de DBA com você em 2009, e ja fiz bom uso dele, até troquei de emprego…… essa história é bacana, na minha maquina acontece isso direto, ai é só desligando…… se puder made um email pra mim, preciso de um favor seu. Abraços!

    1. Miquéias, fico muito feliz em saber que as bobagens que eu falo na sala de aula 🙂 servem para alguma coisa. É isto aí, jamais ache que sabes tudo. Continue investindo algum tempo no estudo do MySQL, SO, e outros acessórios que orbitam ao redor de banco de dados. Grande Abraço!

  3. Quando acontecer isso…reinicia, e quando aparecer a tela cinza, aperta command+option+P+R tudo junto…e tudo se resolvera…abraco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *